• Ago
    16
    A taça certa
    POR: Rose Leal
    CATEGORIA: Alô, Modernos - Direto ao Ponto
    TAGS: casa, fica a dica, vinhos

  • Roupa é investimento

    Muita gente pensa que comprar roupa é uma futilidade. Mas, para grande parte das mulheres, especialmente as que trabalham fora, roupa é investimento. Saber o que, como e quando usar o que compramos no ambiente corporativo é muito importante. E, olha, não adianta torcer o nariz e dizer que o que mais importa é a capacidade e competência da pessoa. Isso também é verdade. Mas, como todos sabemos, a primeira impressão é sempre a que fica e muita gente também não consegue a tão almejada vaga de trabalho por motivos banais, como não estar vestido adequadamente. O mundo corporativo é cruel e é precso estar preparada também no quesito "o que vestir". Assim, nada de comprar peças que não vá agregar valor ao seu trabalho e as suas metas. Observe bem o ambiente que você trabalha, veja como é a norma para o uso das roupas, adeque-se e compre roupas que vá agregar aos seu cargo e ao seu perfil. Para ajudar listei seis ideias que levo em consideração na hora de comprar uma roupa e, compre sem culpa.

    1 - Observe a qualidade da roupa. Será que tem bom acabamento? E o tecido, é resistente? Amassa com facilidade? Lembre-se que você vai usar a peça muitas vezes e ela precisa estar em bom estado

    2- Avalie se a peça vai agregar valor ao seu guarda roupa e se você poderá usa-la com outro look fazendo novas opções.

    3 - Evite comprar várias peças iguais (por que mesmo que você vai fazer isso?)

    4 - Aposte nos clássicos. Eles nunca saem de moda e você estará sempre bem vestida

    .5 - Abuse dos acessóriios, mas cuidado para não exagerar, ok? Muitos colares e balangdâs, não ficam bem em ambientes coorperativos. Lembre-se você esta indo para o local de trabalho e não para a balada. 

    6 - Cuide bem das ruas roupas. Você não quer jogar seu dinheiro fora, não é mesmo? Observe os rótulos na hora de lavar as peças. Valorize o seu dinheiro. 

    *As dicas foram parte da palestra "No Trabalho com Estilo" proferida por mim para as mulheres do Sesi/Feira, neste mês do Dia Internacional da Mulher.. 

    POR: Rose Leal
    CATEGORIA: Alô, Modernos - Direto ao Ponto
    TAGS: Roupa, trabalho, investimento

  • Hora do desapego

    Natal, fim do ano e é hora de repensar a vida, de mudar velhos hábitos, de desapegar de coisas que, na maioria das vezes, não nos faz falta alguma. Hora de limpar os armários. Hora de abrir espaço para o novo, de renovar. E olha, isso vale para as roupas e objetos e também para atitudes. E para ajudar quem quer fazer aquela limpeza no armários ai vão algumas dicas bacanas desse painel que encontrei na internet  Aproveite para desapegar e doar. Com certeza tem muita gente que vai ficar feliz em receber de presente roupas e acessórios que você nem lembra que tem, mas que pode ser bem útil para quem não tem nada. Mas nada de doar peças rasgadas ou sujas, ok? #ficaadica #boasvibrações #solidariedade #desapego

    POR: Rose Leal
    CATEGORIA: Alô, Modernos - Direto ao Ponto
    TAGS: desapego, solidariedade, natal

  • Pernas pra que te quero

    {todos somos pedestres} gosto muito das facilidades e comodidades do carro, especialmente se eu estou com pressa, quando preciso ir para vários locais ou se o destino é distante. Mas, se não fosse a ocupação indevida e as péssimas condições das calçadas e se não fosse a insegurança (já fui assaltada três vezes andando) eu diria que gosto muito de andar. Ter pernas, ser saudável e poder ir e vir dependendo apenas da minha vontade é muito bom. Sensação de liberdade 👣👣Mas todos os dias quando faço o trajeto de casa para o trabalho e vice versa fico irritada. Quando passo pelos muitos empecilhos dos caminhos por onde ando fico indignada com a insensibilidade e falta de educação dos motoristas, que ocupam as calçadas, impedindo que o pedestre caminhe; com os donos de casas que não cuidam dos passeios e das empresas que colocam produtos no meio do caminho. Assim, já viu, não é? me irrito todos os dias😡 e imagino como as pessoas que vivem em cadeiras de roda ou tem algum tipo de deficiência física passaria por aqueles obstáculos. Chego sempre a mesma conclusão: com as condições atuais das calçadas da minha cidade quem pode e quem não pode andar não consegue transitar. E me pergunto: será que essas pessoas nunca descem dos carros? Será que não pensam que também, em algum momento, são pedestres? E, Olha, não precisa nem estar de salto para sofrer um acidente andando nas calçadas da minha cidade não. Qualquer dia desses vamos precisar de asas e não de sapatos 👠para andar. Ou melhor, vamos ter que voar. Como, eu não sei...

    POR: Rose Leal
    CATEGORIA: Alô, Modernos - Direto ao Ponto
    TAGS: eu penso, é tudo moda

  • Soluções incríveis para facilitar nossa vida em casa e na moda

    Estou tão apaixonada por meu abridor de coco (é tão simples usa-lo e agora me sinto tão independente, já que não preciso pedi